Vale a pena assistir e ouvir!
Dicas da COONECTAR de vídeos e podcasts

Curadoria de Livia Cucatto

Aqui, na Coonectar, a cada edição rola a “dança da cadeira”: a gente roda, gira e experimenta as seções. Desta vez, eu caí aqui e, “pela internet”, eu encontrei uma infinidade e diversidade de podcasts. Então, nessa mesma linha  –  a da diversidade  –, eu selecionei três podcasts. Obviamente, são sobre assuntos de que gosto e creio que muitos de vocês também irão gostar! 

 

Fronteiras invisíveis do futebol #93 História da lituânia

imagem_1_Lit.png

Você sabe algo sobre a Lituânia?  E sobre o futebol lituano? Esta é uma boa oportunidade para conhecer um pouco sobre esse pequeno país da Costa Báltica e seu futebol (não basquete, hein!). Este curioso e divertido podcast traz, primeiramente, um resumo da história da Lituânia com destaque para as questões geopolíticas. Na sequência, o futebol ganha seu espaço e a rivalidade entre Estônia, Letônia e Lituânia parece ser o ponto forte da Copa Báltica (nunca ouviu falar? Eu também não rs). Para além de toda riqueza informacional do texto, uma pergunta fica por aqui: representatividade esportiva e hegemonia caminham juntas? 

 

Para refletir sobre essa questão (e muitas outras) e descobrir qual dos países rivais tem o maior número de vitórias em confrontos, clique aqui: http://www.central3.com.br/fronteiras-invisiveis-do-futebol-93-historia-da-lituania/

imagem_2_lit.jpg
 

cuidados e afetos na pandemia

imagem_1_Cuidado.jpg

A palavra cuidado tornou-se recorrente com a pandemia. Revelou-se uma vulnerabilidade que transcende faixa etária ou condições socioeconômicas. E, devido a essa amplitude de vulnerabilidade, o trabalho de cuidar ganhou visibilidade. Então, desse contexto, surge a possibilidade de pensarmos sobre várias questões a respeito de trabalhadores de cuidado: quem são eles? Eles reconhecem o cuidado como trabalho? Quem se responsabiliza pelo cuidar: o estado, o setor privado, a mulher? Como o trabalho de cuidar se encaixa na vida de mulheres que estão realizando outros tipos de trabalhos?


Escute o que duas sociólogas especialistas em trabalho de cuidado têm a dizer sobre a complexidade do tema:

 https://www.youtube.com/watch?v=xME3T-maMVw

 

protagonismo autista e neurodiversidade

imagem_1_Autismo.jpg

Nos últimos anos, falar sobre Autismo tornou-se assunto não só de especialistas, mas também dos próprios autistas. Uma conquista para eles e para a sociedade como um todo, pois, assim, pode-se conhecer mais sobre o assunto sob a perspectiva de quem ocupa esse lugar. Neste podcast, dá-se voz a um autista e a uma mãe de autista, que comentam diversas questões como terminologias equivocadas da área, medicalização, adaptação, etc. Eles reforçam algo que todos deveriam saber: autismo não é uma doença e não há um padrão. O problema é que as pessoas ainda não reconhecem a diversidade que é o ser humano e, então, os entrevistados concluem que a palavra deficiência, amplamente utilizada na área, é colocada do lado errado: deficiente é a sociedade que não sabe lidar com a diversidade. Vamos ouvir o que eles têm a dizer?

Link:

http://www.justificando.com/podcast-justificando/